Exclusivo

Economia

Projeto de hidrogénio da Galp e EDP só é viável com subsídios de 150 milhões

Portugal tem atraído projetos ligados ao hidrogénio mas a aposta tem merecido críticas e está longe de ser consensual
Getty Images

Sem apoios, o eletrolisador do consórcio H2Sines acumularia prejuízos durante pelo menos 15 anos, revelam as projeções de uma das candidaturas do consórcio a fundos comunitários, a que o Expresso teve acesso. O projeto já assegurou 30 milhões de subsídios. Mas isso não chega

23-06-2021

O projeto liderado pela EDP e pela Galp para construir um eletrolisador de 100 megawatts (MW) em Sines implicará a obtenção de apoios de cerca de 150 milhões de euros para colmatar as necessidades de financiamento desta iniciativa e viabilizar a sua construção, de acordo com os detalhes da candidatura do consórcio H2Sines a fundos comunitários, a que o Expresso teve acesso.