Exclusivo

Sociedade

Operação Marquês: Sócrates diz que Ivo Rosa abriu uma “excepcionalérrima [sic] prorrogação” e que MP deixou passar prazo para recorrer

ANA BAIÃO

Defesa do ex-primeiro ministro alega que a decisão de Ivo Rosa já transitou em julgado porque o Ministério Público não tem direito aos três dias suplementares para apresentar recurso. Se o tribunal lhe der razão, não pode ser julgado por mais crimes dos que os que lhe foram imputados por Ivo Rosa

27-09-2021

Para tentar demonstrar que o Ministério Público já queimou o prazo para recorrer da decisão instrutória de Ivo Rosa e não tem direito aos três dias suplementares concedidos aos arguidos e à acusação nos processos comuns, a defesa de José Sócrates criou uma nova palavra: "excepcionalérrima".