Exclusivo

Opinião

Voto aos 16 anos é poeira para distrair novas gerações

O voto aos 16 anos é uma subversão do que devia ser o foco político: apostar em políticas de fundo sérias e capazes de mobilizar as novas gerações

Não é pelo voto aos 16 anos que as novas gerações vão sentir um apelo maior para se envolverem no processo de decisão política ou na vida pública. Aliás, é uma ilusão considerar que com a extensão do direito ao voto o poder político conquistará a juventude. Se os problemas no ensino, no acesso à habitação, à obtenção de emprego qualificado e bem remunerado persistirem, a abstenção aumentará fortemente e de pouco valerá uma medida como esta.