Exclusivo

Opinião

Autárquicas: o voto antissistema foi no PSD

As autárquicas de ontem tiveram resultados surpreendentes e outros que nem tanto. Entre os partidos com expressão parlamentar, IL e PAN confirmaram que são fenómenos apenas urbanos (louvo a IL por ter dado a cara em solitário em grandes municípios, fazendo jus ao seu primeiro nome, “iniciativa”); o BE sublinhou a sua incapacidade para se afirmar a nível autárquico, situação grave para um partido com mais de 20 anos e com protagonismo nacional. Por sua vez, o PCP enfrentou dignamente a progressiva erosão. João Ferreira deu mais uma vez a cara, alcançando um resultado em Lisboa que o pode catapultar, decisivamente, para suceder a Jerónimo de Sousa.