Exclusivo

Economia

Venda da Dielmar pode deixar em Alcains apenas a confeção

O futuro da empresa têxtil ficou de novo adiado. Além de duas manifestações de interesse de investidores internacionais, há um terceiro interessado, uma empresa portuguesa, cuja proposta prevê a divisão da atividade da Dielmar entre Alcains e Leiria

Lucília Monteiro

26-10-2021

A Assembleia de Credores da Dielmar, a têxtil de Alcains que faliu em agosto e deixou no desemprego três centenas de trabalhadores, voltou a adiar uma decisão, para analisar as propostas de compra da empresa. A decisão foi tomada na sessão que teve lugar esta tarde no Tribunal do Fundão, depois de um primeiro adiamento, e durante a qual foram conhecidas as propostas para aquisição da empresa, capazes de evitar o encerramento definitivo e a liquidação dos bens em hasta judicial para solvência das dívidas.