Economia

EDP quer reembolsar antecipadamente 400 milhões de euros de dívida

Miguel Stilwell de Andrade é o presidente executivo da EDP.
D.R.

Elétrica está disposta a recomprar parte dos títulos de dívida de quatro emissões feitas pela EDP Finance que vencem entre 2022 e 2024

23-06-2021

A EDP pretende reembolsar antecipadamente até 400 milhões de euros de dívida emitida pela sua subsidiária holandesa EDP Finance BV, informou a elétrica em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Em causa estão quatro emissões de dívida que somam um total de 3,2 mil milhões de euros e que têm diferentes maturidades, vencendo entre 2002 e 2024.

Apesar de referir os 400 milhões de euros, a EDP admite que este é "um valor apenas indicativo e o montante global final a aceitar possa vir a ser quer superior ou inferior àquele".

Estas ofertas de recompra de dívida "enquadram-se nas iniciativas destinadas a optimizar a carteira de passivos do grupo EDP, utilizando liquidez disponível para reduzir o montante da sua dívida bruta como parte da estratégia de gestão da dívida do grupo EDP", indica ainda a elétrica.