Economia

Imobiliário. Marca lusa cresce a partir do Magrebe

Ana Monteiro tem 14 empresas portuguesas a trabalhar com ela nos projetos que está a desenvolver em diferentes países
Rui Duarte Silva

A Summer Vanguard nasceu no norte de Portugal a olhar para África. Soma €25 milhões em projetos em carteira, entre os quais está a renovação do hotel onde morreu o antigo Presidente da República Teixeira Gomes, na cidade argelina de Bougie.

29-11-2020

Recuperar e renovar o hotel onde morreu o antigo Presidente da República Teixeira Gomes na cidade argelina de Bougie, com peças 100% made in Portugal é um dos projetos que Ana Monteiro tem em mãos nos próximos meses. E quando o velho L’Étoile for reinaugurado, em abril do próximo ano, passará a chamar-se Teixeira Gomes, em homenagem ao português que escolheu esta cidade do Magrebe, frente ao mar, para viver depois de renunciar ao cargo de Presidente, no meio de uma crise política, em 1925, e ali ficou até morrer, no quarto número 13.

“Nas próximas quatro semanas tenho de enviar dez contentores para África. Tenho várias fábricas em Portugal a trabalhar em exclusivo para nós em sectores como o imobiliário, têxteis e iluminação”, diz Ana Monteiro ao Expresso. Apresenta-se como “gestora de interiorismo” e “100% catalisadora das exportações nacionais”, uma vez que escolhe sempre produtos portugueses para os seus projetos, porcelanas, alcatifas, azulejos e cutelarias incluídas.

Para continuar a ler este artigo clique