Economia

Angola. João Lourenço expõe Manuel Vicente em negócio milionário no Hotel Miramar

Televisão pública de Angola está a publicar série de reportagens intitulada “O Banquete”

29-11-2020

Três anos após ter chegado ao poder e depois de ter defendido Manuel Vicente em alguns processos, o Presidente João Lourenço parece agora ter decidido retirar do armário o nome do antigo patrão da Sonangol, associando-o, pela primeira vez, a um alegado escândalo de corrupção.

Depois de ter resistido à pressão de vários quadrantes da sociedade, agora chegou a luz verde. Em causa está a participação da Sonangol no negócio da construção de três edifícios e do Hotel Miramar — recentemente inaugurado por João Lourenço — e o paradeiro de 450 milhões de dólares, que terão tido como destino interesses privados.

Para continuar a ler este artigo clique