Coronavírus

Covid-19: uma morte e 230 novos casos em Portugal, incidência regressa ao limiar de segurança e R(t) sobe

Incidência está abaixo dos 120 casos por 100 mil habitantes em Portugal pela primeira vez desde junho. Os números da DGS desta segunda-feira dão também conta de mais 479 recuperados e de uma subida ligeira do R(t), para 0,85 na globalidade do território nacional e 0,84 no continente

Há mais uma morte, 230 novos infetados e 479 recuperados da covid-19 em Portugal, divulgou a Direção-Geral da Saúde no relatório desta segunda-feira, relativo às últimas 24 horas.

O número de infeções (230) é o mais baixo em quatro meses, desde as 199 registadas a 17 de maio. Relativamente ao número de óbitos, é igualado o melhor registo em quase três meses — o último dia sem mortes registou-se a 4 de julho.

Os internamentos subiram pelo segundo dia consecutivo: há mais cinco doentes nos hospitais do país, com o total a ser agora de 420 internados, 79 deles nos cuidados intensivos (menos quatro do que no domingo).

A incidência da covid-19 desceu: é agora de 111,6 casos por 100 mil habitantes no território nacional e de 113,5 no continente. Trata-se do regresso à chamada zona verde, que a seguir ao segundo confinamento, entre janeiro e março, permitia o avanço nas medidas. Na última sexta-feira tinham sido registados 127,3 casos por 100 mil habitantes no território nacional e 129,7 no continente.

Já o R(t), ou índice de transmissibilidade, subiu de 0,83 para 0,85 na globalidade do território nacional e de 0,82 para 0,84 no continente.

Desde o início da pandemia em Portugal, as autoridades de saúde já identificaram 1.067.175 casos, 17.955 mortes e 1.017.935 recuperados. Há ainda 31.285 casos ativos, menos 250 do que no domingo, e 27.845 contactos em vigilância, o que corresponde a menos 452 do que no mesmo dia.

Região de Lisboa com mais casos, Norte com a única morte

Lisboa e Vale do Tejo volta a ser, pelo sexto dia consecutivo, a região de Portugal com o maior aumento diário de novos casos: 78 esta segunda-feira, ligeiramente mais do que o Norte (54), que registou a única morte. O óbito foi na faixa etária acima dos 80.

Depois da região de Lisboa e Vale do Tejo e do Norte, segue-se o Alentejo com 38 novos casos nas últimas 24 horas. Imediatamente a seguir está o Algarve com 35 novas infeções, o Centro com 17, os Açores com cinco e, por último, a Madeira com apenas três.

Todas as regiões exceto o Alentejo reportaram menos casos esta segunda-feira face à véspera. Importa ressalvar que, durante o fim de semana, a atividade dos laboratórios é menor, o que pode justificar o número de casos habitualmente mais baixo à segunda-feira.

Os números absolutos de casos e mortes por região ficam assim:

Relativamente a casos confirmados por faixa etária, a fotografia do país é a seguinte:

Por último, quanto a mortes confirmadas por covid-19 por faixa etária, uma doença que afeta mais a população idosa, o retrato do país é este: